Skincare asiático com Nicole Fung, do MissBish
Belezinha

Skincare asiático com Nicole Fung, do MissBish

por Vânia Goy

Nicole Fung, 31 anos, é canadense, mas partiu para Hong Kong há oito anos, para conhecer o país onde parte de sua família vive e, em seguida, trabalhar com finanças. Lá, começou dois projetos digitais que viraram trabalho full time: no That Food Cray ela escreve sobre comida do mundo todo e seu outro site, o MissBish, é referência entre as meninas que curtem streetwear. Nele, Nicole fala de música, beleza e, claro, moda — ela inclusive tem a sua própria marca de roupas.

De passagem pelo Brasil para participar de um talk sobre streetwear à convite da Nike, conversamos sobre um dos meus assuntos favoritos: a influência asiática quando assunto são cuidados com a pele. Acompanhe!

Três passos
“Amo beleza desde criança. Lembro de fuçar nos itens da minha mãe e sempre passar um batom. Ela sempre foi muito comprometida com a rotina de skincare e, ainda adolescente, eu já cumpria o três passos básicos de: limpeza tonificação e hidratação. Com o passar do tempo, adotei esfoliantes, dois tipos diferentes de séruns, creme para os olhos, máscaras, óleo facial e filtro solar — algo que se tornou realmente importante para mim agora. Adoro o primer com FPS da japonesa Shu Uemura, que deixa o rosto aveludado e nada grudento, como acontece com os protetores tradicionais. E recomendo os produtos da inglesa Aromatherapy Associates — ando fã de tudo o que contém rosas! ”

Estilo asiático
Antes de me mudar para Hong Kong eu curtia estar bronzeada. Sempre achei que parecia mais saudável, que meu rosto ficava mais contornado. Era fã de autobronzeador e bronzeamento — ritual que abandonei para não intensificar o aparecimento de rugas. Quando cheguei em Hong Kong vi que todas as mulheres tinham uma pele de porcelana. Parecia que elas eram bebês, sem poros, com o rosto uniforme e macio.

Aos poucos fui me adaptando, desistindo do bronzer e ficando o mais natural possível. Acho que o padrão de beleza americano, que me influenciava, valorizava uma super maquiagem, extensões de cílios, bocas aumentadas e coisas do tipo. Acho até divertido para sair à noite, mas no dia a dia acho mais legal você ser você mesma, sem muita interferência.

Maquiagem
“A ‘dewy skin’ [pele úmida, em tradução literal] das coreanas, referência entre as asiáticas, é mais sobre o cuidado do que com a maquiagem. Por isso valorizo tanto o skincare do dia a dia. Quanto mais uniforme é a sua pele, menos maquiagem é necessária. No a dia a dia gosto do corretivo líquido da Nars ou YSL, máscara de cílios e de um iluminador Fenty Beauty de fundo rosado, que faz as vezes de blush. Quando tenho algo especial, vou de delineador e evito usar muito make na parte inferior dos olhos. Minha mãe repetia incansavelmente o quanto essa área era sensível, então não gosto de ficar colocando e tirando make ali.”

Viajando
“Carrego versões em miniatura o tempo todo. Tenho a pele normal, mas uso máscaras faciais quase todos os dias. Até viajo com elas! As minhas favoritas são da coreana Tony Moly! As marcas asiáticas são mesmo surpreendentes: especialmente a textura dos produtos e leveza das fórmulas.”

Em Hong Kong
“Minhas duas lojas favoritas para comprar produtos de beleza em Hong Kong são a Facesss e a Sasa, onde é possível encontrar praticamente todas as marcas de beleza mais legais do mundo e, claro, as asiáticas também. Na Flawless gosto muito de fazer os tratamentos faciais e, para momentos de relax total, recomendo o spa do hotel Mandarin Oriental. O espaço é fantástico!”

Posts Relacionados