Amarelo, o novo rosa millenial
Desejos

Amarelo, o novo rosa millenial

por Vânia Goy

Arrisco dizer, pela primeira vez nos últimos quatro anos, que o reinado do rosa millenial está ameaçado: e é pelo amarelo chamado geração z. Logo o amarelo, que é tido como uma das cores menos mencionadas como favoritas em pesquisas no eixo EUA-Europa.

O amarelo é hit no meu feed do Instagram desde o a o passado. Vi Kylie Jenner lançar uma de suas coleções de maquiagem com uma banana nas mãos e um look justíssimo e zero nude: ele era amarelo pastel. Rihanna chegou de amarelo dos pés à cabeça no evento para lançar a sua Fenty Beauty em setembro do ano passado. Selena Gomez praticamente só usa amarelo em Fetish, seu clipe modernão dirigido por Petra Collins.

Para além do mundo pop, minha pasta mais alta-costura (rs) tem fotos de looks amarelo-pastel da Céline e até do projeto arquitetônico da Mansur Gavriel, marca colorida-pastel-rosinha-chic, que inaugurou a loja de Los Angeles com o teto amarelo (lindo!) no começo de 2018. Para mim, o perigo (no bom sentido), mora aí: no dia que a gente não se contenta só com uma a roupinha e já quer pintar as paredes e comprar poltronas coloridas.

A variação mais mostarda do tom já está explodindo nas araras e, segundo André Alves, expert em tendências e fundador da consultoria Float, não só as pesquisas por “amarelo” no Google andam mais altas: seus clientes do varejo de moda afirmam que as peças amarelas de fato têm vendido melhor. “É curioso como, lá fora, ele ganhou outros nomes além de ‘gen-z yellow’: ‘statement yellow’ e ‘highlight yellow’. E os looks monocromáticos mostram isso: essa cor é um grito, um berro de ‘preste atenção em mim, tenho algo a dizer’.”

Apesar da repercussão, sinto que só agora ele chegou ao mundo da beleza. E talvez não exista uma cor mais contraditória de colocar em prática na maquiagem do que o amarelo! Ele é difícil de achar e pode derrubar a expressão dependendo do tom de pele.

Minha primeira vontade foi de usar nas unhas. Recebi centenas (não é brincadeira) de mensagens perguntando sobre os esmaltes amarelo mostarda da Kure Bazaar, que encontrei na Dominique Maison de Beauté, e do pastel Amarelo Margarida, da Avon que achei perdido em casa. Sim, descobri que esses tons são quase impossíveis de encontrar.

Extrapolei, com a ajuda do maquiador Helder Rodrigues, o blush bomb dos 80’s, que sobe pelas têmporas, usando uma versão de amarelo combinada com bronze. Quase como se a tonalidade opaca substituísse o iluminador.

Só faltava a temida sombra. Amarelo nas pálpebras. Será? Acompanhei, curiosa, a repercussão do make amarelo + vermelho da maquiadora Katie Jane Hughes, apelidado de McDonald’s entre as suas seguidoras. Ela combinou a sombra amarela com batom vermelho e um monte de gente topou e dividiu fotos usando o mix.

A mesma cartela apareceu no backstage do desfile da Rodarte no último domingo, durante a semana de moda de Nova York. Assinado por James Kaliardos, o make foi todo feito com produtos Nars. Nos olhos, a sombra Douro, que marca o relançamento das cores pros olhos lá fora. Para deixar o tom ainda mais intenso, ele preparou as pálpebras com o novo primer Smudge Proof Eyeshadow Base. Na boca, o batom líquido vermelho Powermatte Lip Pigment Don’t Stop, que já está à venda no Brasil.

Para Iza Dezon, expert em pesquisar tendências de comportamento e parceira do bureau francês Peclers Paris no Brasil, o amarelo conserva a atmosfera solar e otimista (estamos precisando!). Talvez ele pareça mais despretensioso e menos perfeito do que o rosinha pastel, que evoca cor de bebê. Na maquiagem, conversa com a estranheza da moda no último ano, como bem pontuou Haley Nahman, no Man Repeller. Pense em mom-jeans ou nos tênis da Balenciaga. “Roupas estranhas existem para desafiar as nossas expectativas estéticas. E o amarelo soa irônico, sarcástico, quase cafona. Talvez estejamos cansados de mostrar que parecemos nos sentir bem só porque nos vestimos bem”, me disse André.

Já que estamos usando ugly shoes, óculos pequenos e que o mundo anda bem esquisito, que mal faz experimentar uma sombra amarelinha, né?

Posts Relacionados