Batom líquido e mate: testei 11 versões diferentes!
#BelezinhaTodoDia

Batom líquido e mate: testei 11 versões diferentes!

por Vânia Goy

Sou da geração gloss dos anos 1990. E batom não tinha vez na minha nécessaire até eu me apaixonar pelo Ruby Woo, da M.A.C, batom que me conquistou em 2006 por causa da cobertura opaca, até então única no mercado. Nem preciso dizer que nós, brasileiras, reaprendemos a amar batons, especialmente os opacos. E eu bem que tento incorporar os cremosos no dia a dia, mas eles raramente ganham de um belo vermelho fosco. E a nova geração de versões líquidas unem fórmulas mais hidratantes e fáceis de passar com esse acabamento que a gente ama.

Testei 11 opções recém-lançadas lá no Instagram (no destaque “Batons” tem fotos de antes e depois de todos) e registrei as minhas impressões mais detalhadamente por aqui. Para mim, o fundamental é conseguir uma cobertura uniforme, que deixe a boca volumosa e aveludada, mesmo que não dure o dia todo. Quatro horas está de bom tamanho – mais do que isso começo a sentir a boca ressecada demais.

Da lista abaixo, destaco os primeiros com cinco estrelas: Too Faced, Nars, Smashbox e Quem Disse Berenice? realmente têm fórmulas impecáveis. Também amo os de Eudora e Avon que, vale lembrar, estão na lista de melhores de 2017.

Powermatte Lip Pigment Light My Fire (R$ 136), Nars
Maravilhoso! Muito pigmentado, cremoso, seca rapidinho, mas não deixa a boca cheia de vincos nem esfarela. Também gostei bastante do pincel pontudo para dar uma força no desenho da boca. E dura tranquilamente mais de seis horas sem manchas.

Terracotali (R$ 38), Quem Disse Berenice?
Melhor custo benefício! Fora que esse vermelho-alaranjado é único e lindo! Amo o cheiro de sobremesa, de caramelo, dos batons da marca. Cremoso, consistente, seca rápido e fica beeeem opaco. A super cobertura prometia longa duração e rolou mesmo! Ele saiu de um jeito uniforme, mas sete horas depois continuava bem digno!

Melted Matte Lady Dolls (R$ 89), Too Faced
Perfeito para quem gosta de batons muito pigmentados, bem secos e duráveis. Adoro como ele preenche as linhas dos lábios, disfarça regiões ressecadas e deixa a boca mais volumosa. Super resistente, durou o dia todo. Só fiz um retoque esperto no centro dos lábios no fim da tarde. Compraria com certeza.

Always on Bawse (R$ 109), Smashbox
Maravilhoso para quem curte batom mate meeeesmo. Consistente, dispensa o contorno à lápis, tem um pincel pontudinho maravilhoso, seca rápido, deixa a boca linda e aveludada e jamais sai. Oito horas depois ele estava lá, praticamente impecável.

Matte Shaker Red’y In 5 (R$ 129), Lancôme
Primeiro que a embalagem em forma de coqueteleira é uma fofura. Ele tem um aplicador de espuma bem interessante e preciso, bom para quem tem pouca habilidade com batons fluidos como eu. Muito líquido e fino, é surpreendentemente pigmentado. Demorou um tanto para secar e quase achei que ele ficaria cremoso para sempre, mas eu estava enganada: ele fica bem mate e só melhora com o passar das horas. Mas não é o mais durável da lista.

Outlaw (R$ 99), Kat Von D Beauty
Esse vermelho mais alaranjado não seria a minha escolha número 1, mas isso não é um problema – a linha tem mais de 40 cores diferentes! Gostei muito porque ele não deixa a boca muito ressecada ao longo do dia e mantém o acabamento muito mate. Durou a manhã toda, mas foi preciso retocar à tarde.

Rouge Allure Ink Expérimenté (R$ 205), Chanel
Na mesma linha da Lancôme, é muito fluido, quase uma água colorida. De saída, achei que parecia um gloss, meio transparente, mas depois de três camadas a cor pegou firme. Achei essa possibilidade de usar o batom mais discreto ou bem pigmentado muito boa. Confortável, parece um batom cremoso porque demora cerca de 15 minutos para secar. Melhor opção para quem não gosta de batons muito secos.

Artist Liquid Matte 2017 (R$ 89), Make Up For Ever
Bem fluido e pigmentado, mas difícil de passar, porque ficava muito manchado com poucas passadas e meio esfarelento com várias camadas. Não é um batom para dias apressados, para quando você precisa se maquiar no táxi ou no metrô. Mas dura muito! Mais de cinco horas, ainda que meio manchado.

Creamlicious My Prerogative (R$ 15), Kiss NY
A fórmula com extrato de manga e manteiga de karité é tão hidratante que quase duvidei que fosse um batom mate. Bem pigmentado, demorou cerca de meia hora pra secar. Depois fica realmente seco e aveludado e dura cerca de três horas!

Batom Líquido Faces (R$ 18), Natura
Amo o aroma docinho que dá vontade de comer. Transparente, é do tipo versátil: dá para fazer uma camada discreta ou sobrepor várias para conquistar uma cor mais vibrante. O problema é que tantas camadas fazem com que ele dê uma esfarelada na parte interna da boca e acabe saindo manchado demais….

La Petite Robe Noire Colour’Ink (R$ 140), Guerlain
Levíssimo, parece um gel fresquinho e com cor moderada. E tem cores malucas, tipo um azul! Também dá para fazer camadas e mais camadas para conquistar o máximo de pigmentação, mas não é o mais prático ou rápido de passar. E o menos durável de todos.

Posts Relacionados