Glossier You e Neroli Portofino: moletom em forma de perfume
Eleitos

Glossier You e Neroli Portofino: moletom em forma de perfume

por Vânia Goy

Existe a categoria de perfumes confortáveis de usar, que envolvem sem dar muito calor — um tricô leve, o moletom muito lavado, aquele pano de pescoço que se usa por causa da sensação na pele. Perfumes que são quase texturas. Aqui tem dois exemplos dessa ideia:

Neroli Portofino (R$ 1.343), de Tom Ford, chega nesse lugar passando pela colônia clássica. Neroli é uma destilação de flor de laranjeira: brilhante, fresca, luminosa, e no perfume ela vem junto duma bergamota azedinha — a minha boca enche de água. Clássico de tudo e muito bem feito. Em seguida vem o tátil da história: é uma toalha macia, uma cama de musks felpudos, como enfiar o nariz no filhote mais peludo. O lado cítrico não consegue durar muito, é assim mesmo. É com a segunda parte que a gente se relaciona mais — e está bom demais. É uma maciez rente à pele, sem ficar cremoso, sem parecer talco. Tudo bem arejado, com cara de saúde, de limpo, de impecável. Tem uma ideia parecida na Cologne, do Thierry Mugler.

O outro me levou para uma cena. No colegial, emprestei meu moletom inseparável para uma amiga — sabe aquele? Acho que todo mundo teve um. Ela me devolveu um dia depois. E quando fui vestir tinha um resto do CK Be que ela usava. O moletom que era parte de mim, já gasto de tão lavado, um resto de CK Be, que é quase só musk, a bendita matéria prima que une Neroli Portofino e Glossier You (US$ 60) pela maciez. Os três perfumes são bem diferentes, mas que se encontram na textura em comum.

No Glossier You ela tem mais densidade e espessura, é mais floral, leitosa, envolvente — vale pensar num Noa, de Cacharel, menos seco, que é por esse caminho. O que deixa a coisa mais dissonante é um cedro sintético bem animado, com cheiro “técnico”, de revista nova, que ajuda na difusão. Ele está mais presente nas primeiras horas do perfume. Depois disso o clima é casual, confortável, familiar: e viva o moletom cinza!

 

Por Dênis Pagani,  expert em perfumaria que comanda cursos, consultorias individuais e escreve ótimas resenhas no site 1Nariz

Posts Relacionados