Até 2023, The Body Shop será totalmente vegana + novidades sobre sexual care
Futuro

Até 2023, The Body Shop será totalmente vegana + novidades sobre sexual care

por Manuela Aquino

A marca do grupo Natura & Co atualmente é 60% vegana e firmou o compromisso de ser 100% daqui dois anos. Para isso terá que mudar a fórmula de todos seus produtos “Nossa decisão de nos tornarmos uma marca vegana é um passo natural para a The Body Shop. Fomos a primeira empresa de produtos de beleza a lutar contra os testes em animais na indústria cosmética”, disse o diretor global da marca, Lionel Thoreau em comunicado sobre a nova meta. Para a empresa, esse compromisso é ético com os animais e com o consumidor que busca cada vez mais produtos sustentáveis.

O anúncio da empresa de se “veganizar” vem depois de algumas outras importantes iniciativas com relação ao meio ambiente. Em março deste ano a marca anunciou que colocaria, em todo mundo até o fim de 2021, 400 estações de refil para produtos como sabonete líquido, gel para banho, xampus e condicionadores. Além disso, todas as lojas, em cinco anos, estariam equipadas com as estações. Alguns hits da marca já tiveram suas mudanças para se tornarem mais sustentáveis: as manteigas corporais foram reformuladas para terem entre 95% e 99% de ingredientes de origem natural e a tampa de plástico foi trocada por uma de alumínio, para facilitar a reciclagem.  Já o White Musk, perfume clássico da marca, receberá um frasco feito com 42% de vidro reciclável. 

+

1. Investimento no novo
Ainda sobre Natura & Co: o grupo  anuncia o lançamento do Fable Investments, um veículo de investimento corporativo. A ideia é apoiar empresas inovadoras com potencial de crescimento na área de bem-estar e saúde. O primeiro investimento da Fable será na marca Perfumer H, fundada pelo perfumista britânico Lyn Harris.

2. Sexual care é o novo skincare?
Pela movimentação que temos acompanhado do mercado e que a gente divide com você, sim. A tendência de focar em saúde quando se fala de sexualidade está em alta. Agora é a vez da Simple Organic anunciar sua linha dentro da categoria. A marca brasileira de cosméticos lança a campanha “sexual care é o novo skincare” para incentivar entre seus consumidores o autoconhecimento e autocuidado. Para isso lança seu primeiro lubrificante, o Enjoy (R$ 59), à base de água e com ácido hialurônico na fórmula. A promessa é hidratar a região, além de ajudar na lubrificação. Para quem se interessar: por ser à base de água, não tem risco de ressecar e romper o látex da camisinha. 

3. Novo posicionamento de marca para CareFree e Sempre Livre
As duas marcas de higiene íntima da Johnson & Johnson Consumer Health lançam em conjunto o movimento Deixa Fluir. O objetivo é fazer com que fluidos vaginais sejam naturalizados – muco, menstruação e suor, todas em idade fértil têm. Além disso, dignidade menstrual será outro tema abordado na campanha. em parceria com o UNICEF a Sempre livre vai doar 400 mil absorventes para meninas e mulheres brasileiras durante este ano. Um vídeo manifesto está disponível no Youtube para quem quiser saber mais. 

4. Mais um compromisso com a sustentabilidade da Guerlain
Depois da ação para proteção das abelhas, a marca de luxo reforça seu compromisso com o impacto ambiental aderindo a União para o BioComércio Ético (UEBT). A associação sem fins lucrativos foca na promoção de práticas de compras que respeitem não só a biodiversidade como as pessoas. Para as empresas, há um padrão a seguir na aquisição de ingredientes como folhas, óleos, extratos, corantes, que vai de uma série de regras que passam pelo uso sustentável até o respeito às comunidades locais. A Guerlain se junta a um time de outras 70 empresas.

5. Unilever avança na redução do plástico
O grupo pretende que todas as suas marcas de higiene pessoal, cuidados com a casa e alimentos reduzam pela metade o plástico de uso único até 2050. E as marcas já começaram a se mexer para que isso aconteça: a TRESémme, por exemplo, relançou todos os xampus, condicionadores, cremes para pentear e cremes de tratamento em novos frascos feitos com plástico 100% reciclado. Isso foi feito aqui no Brasil e nos Estados Unidos – dois dos países onde mais se vendem os produtos. Já SEDA, Suave, Dove e Clear têm em suas embalagens ao menos 50% de resina pós-consumo. Além do investimento nas embalagens, há mudanças no consumo de água em fábricas, o que fez com que as metas de sustentabilidade fossem antecipadas

Pílulas da semana
. A DIOR firmou uma parceria colaborativa com Jin Xing, bailarina chinesa, para uma campanha centrada na fragrância J’Adore. A notícia foi dada em sua conta do Weibo com um vídeo em que Jin Xing fala sobre empoderamento feminino. Fenômeno na China, ela é dançarina, coreógrafa, apresentadora de TV e uma das primeiras pessoas públicas abertamente transgênero do país.

. Para o Dia dos Namorados deste ano, a Sephora do shopping Eldorado, em São Paulo, oferece um Gift Factory para mimos personalizados. Lá, até o dia 13 de junho, será possível customizar presentes de fragrâncias como Burberry, Dior, Jo Malone e Paco Rabanne.

. A Beiersdorf vai lançar o primeiro desodorante Nivea embalado em alumínio reciclado. O produto foi desenvolvido junto com a empresa suíça de embalagens Nussbaum e faz parte das metas previstas na CARE BEYOND SKIN Sustainability Agenda.

. L’Oréal Brasil lança videocast para mulheres cientistas em parceria com o projeto Pretas na Ciência. A nova séria #ParaElasnaCiência foi lançada no último dia 01 e pode ser vista no site do grupo

Posts Relacionados