Boas notícias: mais diversidade na Estée Lauder e Unilever, mais programas sustentáveis na L’Occitane e Lancôme
Futuro

Boas notícias: mais diversidade na Estée Lauder e Unilever, mais programas sustentáveis na L’Occitane e Lancôme

por Manuela Aquino


Setor brasileiro de cosmético e higiene fecha 2020 em alta de 5,8%
O crescimento foi apontado pelo Painel de Dados de Mercado da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC). Comparado com o mesmo período de 2019, o setor de HPPC obteve um crescimento de 5,8% em vendas ex-factory em 2020. A alta foi impulsionada pelo aumento da preocupação com hábitos de higiene por conta da pandemia. Os itens que mais cresceram diante desta demanda foram álcool gel com com uma alta de 808%, lenço de papel com 77% e toalha de papel multiuso com 33,2% de aumento nas vendas. A gente também falou aqui sobre o crescimento das vendas de produtos de skincare e itens que inspiram cuidado em casa e a alta foi de 21,9%. Os destaques foram as máscaras faciais, que apresentaram 91% de crescimento e, para os produtos de cuidados com a pele do corpo os esfoliantes corporais, que apresentaram alta de 153,2%.

L’Occitane lança novos refis ecológicos
Parte do compromisso de Redução de Desperdício, a L’Occitane en Provence apresenta três novas opções de embalagens em refil com até 80% menos plástico do que as comuns: o xampu Micelar (500 ml), o refil do condicionador (500 ml) da linha Aromacologia Equilíbrio Natural e o refil do sabonete líquido Rosas (500 ml). A marca francesa também divulgou que agora conta com o selo de Melhor Engajamento da Cadeia de Valor no prêmio EcoVadis de Liderança em Aquisições Sustentáveis. Foi um reconhecimento ao programa #NotJustSuppliers, que mapeou detalhes de seus 1.500 fornecedores globais.

Unilever não vai usar termos como “cabelo normal” e “pele normal”
A decisão diz respeito às marcas Dove, Lifebuoy, Axe e Sunsilk pensando numa visão de beleza mais equitativa e inclusiva, mas também sustentável para o planeta. O caminho começou a ser trilhado depois de uma pesquisa feita com 10 mil pessoas em nove países. O estudo revelou que sete em cada dez pessoas acham que o uso da palavra “normal” na embalagem e na publicidade do produto tem um impacto negativo. Para os jovens – aqueles com idade entre 18 e 35 anos – isso sobe para oito em cada dez. Além da extinção do termo, a Unilever se comprometeu a não alterará digitalmente a forma corporal, o tamanho, a proporção ou a cor da pele de uma pessoa na publicidade de suas marcas. A pesquisa encomendada pela Unilever tem outros dados bem interessantes: mais da metade das pessoas (56%) acham que a indústria da beleza e de cuidados pessoais pode fazer as pessoas se sentirem excluídas e sete em cada dez acham que é preciso que a indústria amplie sua definição de beleza.

De olho na diversidade, Estée Lauder cria nova divisão na empresa
O objetivo da criação do Centro de Excelência de Participação e Equidade é garantir que a empresa cumpra compromissos como o aumento de vagas para pessoas negras em todos os níveis de cargos. A divisão será comandada por Nicole Monson, advogada trabalhista negra, que assume o cargo de vice-presidente sênior do centro. Nos últimos dois meses, a Ulta Beauty e a Sephora USA anunciaram também estarem focados em igualdade e diversidade: prometeram oferecer aos clientes mais marcas comandadas por pessoas negras, aumento de vagas e investimento em treinamento antirracista para funcionários.

Lâncome lança programa global de sustentabilidade
A gente falou aqui sobre as metas de sustentabilidade do grupo L’Oreal, e agora este anúncio mostra como na prática a empresa vem se movimentando. O programa Lancôme “Caring Together for a Happier Tomorrow” será baseado em duas frentes: o Bring the World to Bloom, com foco na biodiversidade, e o projeto Live Responsibly and Write Her Future, baseado no consumo responsável. Com relação à biodiversidade, o foco está em práticas agrícolas regenerativas, fórmulas e embalagens ecológicas, além de investimento em ciência verde. Há o compromisso de que todas as matérias-primas da marca serão adquiridas de forma responsável e sustentável até 2030.

Posts Relacionados