Como falar de protetor solar deixou de ser um assunto exclusivo do verão
Futuro

Como falar de protetor solar deixou de ser um assunto exclusivo do verão

por Manuela Aquino

Há poucos anos, para muita gente, pensar em protetor solar era algo reservado aos dias de verão. No entanto, a conversa sobre a necessidade de proteger a pele dos raios solares diariamente — e não só durante as férias na praia ou piscina — cresceu e inspirou as marcas de beleza a aumentarem a oferta de produtos como itens de make com FPS e filtros com fórmulas cada vez mais inovadoras. Afinal, hoje em dia, para conquistar o consumidor, os produtos da categoria devem oferecer muito mais do que só proteção contra os raios solares. A La Roche-Posay, por exemplo, descobriu isso há um tempo e oferece em sua linha Anthelios opções que matificam, controlam a oleosidade, dão cor e até suavizam rugas e linhas de expressão. Outro exemplo é a brasileira Sallve, que acaba de lançar seu primeiro produto da categoria que não só promete efeito contra poluição, luz azul, luz visível e infravermelho, como tem ação antioxidante.

Nesta semana, uma matéria do site The Business of Fashion, analisou como esse movimento fez com que a categoria de proteção solar se tornasse um dos pilares do mercado de beleza hoje. De acordo com a publicação, o pulo do gato das marcas foi buscar estratégias que fossem além de, simplesmente, pensar em um novo produto. Foi preciso questionar a forma como os consumidores enxergavam o protetor solar, antes comercializado basicamente no verão, e focar na premissa de que o FPS precisa ser de uso diário — segundo levantamento da Fundação do Câncer de Pele, nos EUA, usar pelo menos FPS 15 diariamente reduz o risco de desenvolver câncer de pele; o carcinoma de células escamosas é de 40 por cento e o melanoma, de 50 por cento. Já o uso de FPS 30 protege a pessoa contra aproximadamente 97% dos raios UVB – aqueles que causam queimaduras solares.

Um exemplo de sucesso é a Supergoop!, que até pouco tempo era uma marca de maquiagem para jovens e que decidiu entrar no mundo do FPS. Eles criaram, para cativar seu público, dois produtos inovadores; o Glow Screen que protege e dá brilho e um fixador em spray com proteção. De acordo com Holly Thaggard, fundadora da marca, em 2004, quando começou, a categoria de cuidados com o sol mal existia e a proteção ficava por conta de Banana Boat e Coppertone (quem não se lembra?) “A categoria como conhecemos hoje estava adormecida, não havia havia inovação e era propriedade somente do mercado de massa”, disse à matéria do BOF.

Outra análise feita vem de encontro com o movimento inclusivo da indústria da beleza que ainda tem muito que caminhar. Afinal, nem todos os produtos no mercado funcionam para a pele negra, como as fórmulas muito densas e que deixam resíduos esbranquiçados e poucas opções nos produtos com coloração.  Essa lacuna impulsionou a criação de marcas como Bolden e Black Girl Sunscreen lá fora. Por aqui, a Sallve se antecipou e a novidade já foi criada pensando em ser inclusiva. “Desenvolvemos pensando muito na pele negra. Um ponto que faz com que pessoas de pele escura não utilizem filtro é o acabamento esbranquiçado, chamado popularmente de whitecast”, de Carine Dal Pizzol, gerente de P&D da marca. Para isso, a empresa contou com a ajuda da comunidade da marca e com a participação da influenciadora Gabi de Pretas e do maquiador Tássio Santos no processo de desenvolvimento do produto que não deixa resíduos e tem textura hidratante. O sucesso foi tanto que no dia seguinte ao lançamento, o produto já estava esgotado. 

+

1. Após 20 anos, primeiro creme retinóide para acne é aprovado nos Estados Unidos
E a notícia foi um auê entre os apaixonados por beleza no país. O recém lançado Aklief Cream, da Galderma, contém trifaroteno, o primeiro retinoide tópico, em mais de 20 anos, a ser aprovado pela Food and Drug Administration (FDA), nos EUA. É verdade que os retinóides, derivados da vitamina A, já são frequentemente prescritos por dermatologistas para tratar topicamente várias doenças de pele – inclusive acne. Mas, a diferença deste produto é que, a dermatologista Julie Harper, da Galderma, ele é o único retinóide que tem como alvo específico o receptor de ácido retinóico (RAR) gama, o RAR mais comum encontrado na pele. “Outros retinóides são menos específicos e têm como alvo outros receptores (RAR-alfa, RAR-beta) além do RAR-gama”, explicou ao POPSUGAR . Essa seletividade faz com que seja menos irritável e eficiente em pequenas doses – o creme pode ser usado a partir dos nove anos (!), tanto no rosto como no corpo. 

2. Com válvula nova, Aptar lança embalagem 100% reciclável
A empresa americana de embalagens conseguiu desenvolver uma válvula monomaterial. A bomba Future é toda feita de polietileno e pode ser totalmente reciclada — geralmente, essas bombas contém mais de um material, inclusive peças metálicas, o que dificulta a reciclagem. A solução precisou ser pensada não com relação ao material, mas também no travamento, de modo que conseguisse ser vendida online e sobreviver ao transporte. Então, eles criaram um anel rotativo com opção on e off no mesmo material. A Aptar fez um compromisso de até 2025 oferecer somente embalagens totalmente recicláveis para seus clientes.

3. LVMH caminha para a redução de plástico
Em parceria coma Eastman, fornecedora global de materiais especiais, o grupo quer desenvolver embalagens, para suas linhas de produto, que eliminem o uso de plástico virgem. Para começar, o Dior Addict Lip Maximizer chega às lojas, no verão do Hemisfério Norte, com embalagem de material reciclável. “A parceria com a Eastman representa um marco crítico para a eliminação progressiva de plásticos baseados em combustíveis fósseis de nossas embalagens”, disse Hélène Valade, diretora de desenvolvimento ambiental da LVMH no anúncio oficial. Além da iniciativa, o conglomerado de marcas tem o programa LIFE 360, cuja missão nos próximos anos é não ter nas embalagens nenhum plástico vindo de recursos fósseis.

Pílulas da Semana

. No último dia 8, a comissão especial da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 399/15 para cultivo de cannabis sativa para fins científicos, medicinais, industriais e veterinários. A proposta gora segue para o Senado.

.  Liniker é a nova embaixadora da Nivea, que apoia o lançamento do clipe da música Baby95.

. Com foco no crescimento da demanda por produtos de beleza e bem-estar, a Livelo fez uma parceria com a Natura para acúmulo de pontos. Para o consumidor: cada real gasto vale um ponto acumulado.

. De olho na preferência do consumidor, a Neve anunciou um papel higiênico sem corantes fragrâncias e parabenos, além de embalagem reciclável. A linha Puro e Natural é fabricada com fibras naturais. E falando sobre higiene íntima, a Always acaba de lançar o absorvente Cotton Protection, feito com 100% de cobertura de algodão natural e hipoalergênico, é livre de fragrâncias ou corantes, para evitar irritações, e tem o certificado verde “I’m green bio-based”

. A Colgate-Palmolive reafirmou 2018, com o lançamento da marca Colgate Natural Extracts, a parceria no projeto “Florestas no Futuro”. Os resultados divulgados até agora são bem bacanas: foram plantadas mais de 45 mil mudas nos estados de São Paulo e Minas Gerais.

Saiba mais!