Hot hot hot: seis tendências de bem-estar que vão deixar a vida mais leve e saudável em 2019
Futuro

Hot hot hot: seis tendências de bem-estar que vão deixar a vida mais leve e saudável em 2019

por Vânia Goy


Fat Balls

Foi-se o tempo que contar calorias e cortar tudo quanto é gordura era sinônimo de dieta saudável. Não é à toa que a gente vê como o abacate, antes considerado calórico, ganhou terreno em 2018. E no Insta começam a pipocar as receitas saudáveis de fat balls, ou “bolinhas de gordura” em tradução livre. Em geral, elas combinam ingredientes como tâmaras, nozes e coco.

Nutrição pro cérebro
Novos suplementos não prometem só manter o corpo e a sua pele saudáveis. Drinks funcionais e cápsulas agora são vendidas para ajudar a deixar a mente mais clara, reduzir a ansiedade e até ser um coadjuvante no tratamento da depressão. É a expressão “natural nootropic” reúne essa leva de comprimidos recheados de ervas com superpoderes — inclusive, referências a naturopatas e herbalistas começam a aparecer em reportagens e entrevistas sobre tratamentos naturais . Líder do assunto, a inglesa Eudeamon, fundada pela psicoterapeuta Jane Barnfield-Jukes, comercializa suplementos com nomes sugestivos como Tranquil Plus ou Focus Assist. Hit nos EUA, os pós da Moon Juice também ganharam a versão Brain Dust, blend de adaptogenicos com ervas e super cogumelos para combater o stress.

Produtos termoativados
Delicinhas made in japan recém-descobertas por mim: compressas térmicas pros olhos fabricadas pela japonesa Kao, que esquentam em contato com a pele. Nada exagerado, mas de um conforto gostoso para relaxar olhos que passam o dia no celular e no computador. Na versão macro, marcas americanas como a Radiant Saunas, criaram versões infravermelhas (que não esquentam com vapor, mas com a emissão de raios infravermelhos), portáteis. Elas parecem mais uma barraca de nylon, que você monta e desmonta, para suar e desintoxicar o corpo em casa mesmo.

Centros de silêncio
O boom mindfulness transformou a meditação num ritual de desejo de muita gente em busca de mais senso de presença, foco e calmaria interna. Nem todo mundo consegue se desenvolver apenas com aplicativos de celular e é por isso que espaços meditativos estão surgindo no mundo e devem aparecer mais e mais por aqui. Em São Paulo a gente conta com o Moved by Mindfulness, que tem aulas avulsas para quem deseja praticar a atenção plena. Nos EUA, retiros de alguns dias em silêncio também crescem. Quem sabe se ausentar por alguns dias, em silêncio total, se torne tão comum quanto fazer um detox em um spa.

Skincare espiritual
Parece incompatível, mas o termo define o uso de práticas terapeutas holísticas para cuidar do corpo, da mente e também para cuidar da pele. Todo mundo quer produtos e procedimentos eficientes, mas muita gente também está em busca de boas energias, tratamentos menos invasivos, mais naturais e que tragam bem-estar. Nessa conta entram sessões de acupuntura faciais, relaxamento da expressão com massagens e, principalmente, reiki pro rosto. No espaço The Calmery, em Londres, Sushma Sagar, mestre em reiki, começou a aplicar o método sob o nome de “Head Clearing & Face Treatment”, que limpa a ansiedade da mente e, consequentemente, faz com que o bem-estar é sentido na pele. No Brasil, a procura por terapias holísticas e alternativas para lidar com o stress, equilibrar energias e emoções cresce, mas ainda não tem protocolos específicos para a pele. Alternativa para começar: a sessão de cristaloterapia do Espaço Kurma, em São Paulo, que combina aplicação de cristais ao longo de todo o corpo, para desbloquear os chakras, e reiki. Resultado: respiração mais calma, corpo desacelerado e, claro, expressão facial relaxada.

Remar é preciso
Quem assistiu House of Cards vai lembrar bem da Claire e do Frank Underwood remando em casa, em um aparelho para exercitar o corpo. Pois o exercício é uma das tendências apontadas para 2019. Catei esse movimento quando ainda estava na Marie Claire e pedi para a Larissa Gomes, colaboradora da revista em Nova York, visitar dois estúdios como os de bike, populares por aqui, mas com máquinas de remo. Ela descreve como foram as aulas no City Row e o Row House, ambos em Nova York, neste link. Os benefícios são claros: resistência e tônus pros braços, pernas, bumbum e abdômen, já que a movimentação mobiliza a musculatura do corpo todo.

Posts Relacionados