Lições de beleza das semanas de moda internacionais, segundo a maquiadora Fabiana Gomes
Futuro

Lições de beleza das semanas de moda internacionais, segundo a maquiadora Fabiana Gomes

por Manuela Aquino

A despeito da polêmica envolvendo o corona vírus na temporada de moda européia, os desfiles internacionais terminaram com inspirações mil para quem curte maquiagem. Fabiana Gomes, maquiadora, conta aqui o que viu de mais novo e desafiador nos bastidores das semanas de Milão e Paris.

Mais glow, por favor
Segundo a maquiadora, a pele que sobe na passarela é totalmente controlada e os retoques feitos nas modelos antes do show são incessantes, mas o briefing é que a pele pareça crua, de quem saiu de casa sem base. “Ela veio orvalhada, muito diferente da busca pela cobertura perfeita e opaca. Se engana quem acha que estamos falando de make nada. Ao contrário. “A pele é mais polida, feita com bastante técnica, mas não necessariamente mais produto”. O resultado vai além do brilho de iluminador, a pele é toda mais suculenta, preenchida e luminosa.

Natural ao máximo!
Makes naturais deixaram até um tanto de olheira aparente. “Em alguns desfiles quase não usamos corretivo — como na campanha recente campanha de Saint Laurent: dá para ver um certo cansaço no rosto da modelo!”, diz, “Essa é uma tendência que me desafia como maquiadora e pessoalmente também, já que esconder as olheiras é sempre uma luta. É louco como cada vez vamos deixando o excesso de tudo!”, fala Fabiana. 

Neo-iluminador
Saem as partículas cintilantes, com fundo dourado e prateado, entram as versões que deixam a pelem olhadinha (já viu a versão da Chanel que incluímos nos 100+ de 2019?). “O resultado não remete às versões em pó: a textura é totalmente diferente. Produtos cremosos e gloss garantem o efeito de pele quase suada”, fala Fabi. A aplicação fica concentrada ao redor dos olhos e extremidade do rosto para garantir a sensação de viço natural.

Mudança de rota
Tudo o que é muito simétrico e certinho parece estar sendo colocado em xeque pelo time da moda. “As formas e jeitos de aplicar estão mais fluidos”, diz. “Há um desejo de imprimir uma sugestão ou sensação, como, por exemplo, uma sombra natural e não maquiagem tão evidente”. Beleza sem esforço, pelo jeito é o que o futuro quer da gente!

Posts Relacionados