News da semana: Isamaya Ffrench na Burberry e a rotina de skincare de Jackie Kennedy
Futuro

News da semana: Isamaya Ffrench na Burberry e a rotina de skincare de Jackie Kennedy

por Vânia Goy

Isamaya Ffrench é a nova diretora de beleza global da Burberry
A Burberry anunciou que a maquiadora inglesa Isamaya Ffrench é a nova diretora de beleza global da marca. Riccardo Tisci, diretor criativo da Burberry, disse que Isamaya é a embaixadora perfeita para interpretar essa tensão entre o clássico e o criativo que ele associa ao estilo inglês. “Ela é ‘bold’, desafia os limites e tem uma visão moderna e única.” Nos últimos anos,  a maquiadora foi embaixadora da linha de beauté de Yves Saint Laurent (2015), consultora criativa da Tom Ford Beauty (2016) e embaixadora global de maquiagem Christian Louboutin Beauté (2019). A sua primeira campanha à frente da Burberry deve ser lançada no segundo semestre deste ano.

Foco no nariz
Pense naquela nail art com flores. Agora imagine ela aplicada na pontinha do nariz. O mesmo vale para a substituição do iluminador douradinho na ponta do nariz por amarelo ou cor-de-rosa. A Dazed Beauty compilou uma série de imagens que mostram que maquiar a ponta do nariz de um jeito nada óbvio anda rolando em vários perfis do Instagram dedicados à maquiagem. Dá uma olhada na galeria.

A rotina de skincare de Jackie Kennedy e Marilyn Monroe
Há algumas semanas, o Dr Erno Laszlo Institute, fundado pelo médico nascido em Budapeste e radicado nos EUA,  abriu seus arquivos e revelou ao Makeup Museum (que teve a abertura adiada, em Nova York) as rotinas de skincare de Marilyn Monroe e Jacqueline Kennedy. Monroe, que tinha a pele seca, lavava o rosto e pescoço com água morna, um sabonete da marca e em seguida, aplicava um tônico, creme de olhos e pó. A rotina de Jacqueline Onassis era ainda mais simples: ela usava o óleo de limpeza facial Phelityl Pre-Cleansing Oil e, em seguida, o tônico Light Controlling Lotion, ambos ainda à venda (e a gente achando double cleansing novidade!). Dr. Laszlo ainda recomendava que ela ficasse longe de cremes densos para que cravos e espinhas não voltassem a aparecer. E, para desespero dos dermatologistas atuais, recomendava um tanto de sol no rosto. “Fale para ela não se preocupar com as manchas, ele fará com que elas desapareçam no outono”, diz a receita.

Tons da natureza nas unhas
A mudança de estação no Hemisfério Norte fez pipocar uma lista de tendências de cores para as unhas. Duas delas parecem se relacionar com o momento de reclusão que andamos vivendo. Jin Soon Choi, fundadora da marca homônima de esmaltes, acredita nos tons neutros e sem transparência. A cartela que evoca cores da natureza também foi mencionada: verdes profundos, amarelo ensolarado e lavanda devem disputar atenção com tons pastel e neon. Será um reflexo pelo desejo de naturalidade e frescor da vida ao ar livre que anda faltando nos dias de isolamento?

Fornecedores de indie brands americanas sofrem com a pandemia
Segundo o Beauty Independent, portal dedicado às marcas e estratégias de negócios das marca de beleza indie, a pandemia transformou o setor rápido e dramaticamente. Segundo uma pesquisa feita em abril com os 80 membros da Independent Cosmetic Manufacturers and Distributors,  mais da metade deles afirma que a receita registrada diminuiu mais de 30%. 15% afirma a queda chega a 75% desde que o coronavírus se instalou nos EUA. Unidos. Apenas 14% relatam conseguir custear seus negócios por mais de seis meses e 30% previram que estarão fora dos negócios em 90 dias, se as condições da indústria da beleza não mudarem.

Posts Relacionados