Notícias da semana: Natura abre loja em São Paulo com experiência digital para provar fragrâncias e viajar para a Amazônia
Futuro

Notícias da semana: Natura abre loja em São Paulo com experiência digital para provar fragrâncias e viajar para a Amazônia

por Manuela Aquino

Natura abre loja conceito na mesma rua do primeiro ponto da marca
Em 1970, o fundador da Natura abriu uma pequena loja na Rua Oscar Freire, em São Paulo. Um local pequeno onde ele mesmo atende suas clientes. Agora, como uma das maiores empresas de beleza do mundo, a Natura volta às origens com a inauguração de uma loja conceito no mesmo endereço. O local conta com o modelo phygital, que significa o mix da experiência virtual em um espaço real, físico. Um dos recursos, que já falamos aqui no Belezinha, são os provadores de fragrâncias digitais. Também será possível fazer uma viagem para Amazônia com uso de óculos de realidade virtual biodegradável. Na loja também haverá um ponto de coleta logística reversa: a cada cinco embalagens vazias retornadas das marcas o grupo Natura (Avon, Natura, The Body Shop e Aesop), os clientes receberão um novo produto Natura. O projeto foi desenvolvido pelo escritório de arquitetura METRO e terá peças exclusivas dos Irmãos Campanha. 

A incorporação da Iberchem pela Croda em uma negociação milionária
A empresa de personal care Croda deu um passo para sua entrada no mundo da perfumaria com a compra da Iberchem, que desenvolve fragrâncias. Segundo o site Premium Beauty News, a negociação movimentou 820 milhões de euros. A espanhola Iberchem tem, nos últimos anos, investido no mercado de aromas e fragrâncias, principalmente em regiões como África e Ásia. Também passou a oferecer soluções para produtos de clean beauty, que se aproximam do perfil mais natural como a Croda. A empresa entra para um mercado continuamente em crescimento, apesar da crise mundial pela pandemia. O mercado de perfume como um todo deverá movimentar 58,8 bilhões de dólares até 2024, segundo relatório da Euromonitor.

O mercado bilionário da beleza nos Estados Unidos
Um levantamento da P&S Intelligence mostrou que ele deve deve ultrapassar 128,7 bilhões de dólares até 2030. Segundo a empresa de pesquisa, o crescimento do e-commerce e seu fortalecimento com a pandemia ajudará neste crescimento.Em 2019, nos Estados Unidos 16% das compras no país já eram feitas online e este ano isso deve aumentar expressivamente. No ano passado, o mercado de beleza e cuidados pessoais vendeu 81,1 bilhões de dólares.

Um device para fazer em casa teste de câncer de mama
A engenheira espanhola Judit Giró Benet, de 23 anos, desenvolveu um kit para detecção do câncer de mama caseiro depois de três anos de pesquisa. O The Blue Box e, como o nome diz, uma caixinha azul com dispositivo biomédico não-invasivo capaz de fazer um diagnóstico e mandar as informações para seu telefone. Funciona assim: uma amostra de urina é colocada em uma gaveta do dispositivo, em seguida, os sensores químicos fazem a varredura para biomarcadores direcionados e as informações são enviadas por meio de um aplicativo para serem processadas. Segundo Judit, em entrevista para a Vogue, o servidor usa um algoritmo de inteligência artificial para avaliar os resultados. Para ela, o objetivo não é substituir consultas médicas nem a mamografia. “O objetivo do The Blue Box é interromper a maneira como pensamos sobre o rastreamento e incentivar as mulheres a ter um papel mais ativo”, disse. 

L’Oréal Paris lança filtro de make para chamadas de vídeo
Depois de meses de reuniões pelo Zoom, a gente já ficou expert em se arrumar da cintura para cima e fazer aquela maquiagem rapidinha. Agora temos mais uma ajudinha para os dias corridos. A L’Oréal Paris lançou uma linha de 10 produtos de maquiagem virtual. O ‘”Signature Faces” permite mudar o look e apenas um clique. As opções são divididas em três temas para escolher de acordo com o mood do dia: Volumising Capsules, Plump Shot e Fire Match. Depois de baixar, dá para usar no Instagram, Zoom, Google Hangouts, Skype, Snapchat e Google Duo, Skype. A tecnologia foi desenvolvida pela ModiFace, especialista em realidade aumentada, adquirida pela L’Oréal em 2018.

The Body Shop capacita meninas para o primeiro emprego
A marca é madrinha da ONG Plano de Menina que dá formação profissional a meninas de comunidades brasileiras com foco no mercado de trabalho. Em outubro, a The Body Shop fez uma série de workshops online com 30 delas com profissionais e experts de diferentes áreas, como a diretora de marca da empresa Karina Meyer e Katy Zambotto, gerente de rh Natura&Co.”Devido a demanda de final de ano, abrimos vagas em nossas lojas próprias e franquias, direcionando as participantes do projeto para o processo seletivo como funcionárias no período extra Natal, com possibilidades de efetivação”, disse a gerente de marketing Débora Genti. A ação, que continuará no ano que vem, receberá parte da renda com as vendas natalinas. 

Posts Relacionados