Sexual wellness, rituais de beleza e microbioma estão entre as principais tendências aceleradas pela pandemia
Futuro

Sexual wellness, rituais de beleza e microbioma estão entre as principais tendências aceleradas pela pandemia

por Manuela Aquino

A pandemia mudou muita coisa na nossa vida, impactou a economia e também o jeito como se consome a beleza. O aumento pela procura por produtos de pele no lugar dos makes, rituais de autocuidado e experiências virtuais são bons exemplos disso. Nesta semana, o site especializado Beauty Packing fez uma lista de nove tendências que mostram as mudanças ocorridas no consumidor e na indústria. Aqui, a gente compartilha o que Ambra Orini, fundadora do The Beauty Makers Trand Lab, especialista em tendências e marcas, aponta para o mercado de beleza e wellness, que andam cada vez mais juntos. 

1. Aromas: hoje o uso de fragrâncias não é mais somente para ficar cheiroso, mas envolve também motivação terapêutica, como relaxar e melhorar o humor.
2. Meditação: foi a bola da vez durante a pandemia e deve ficar. Rotinas de autocuidado que incorporam técnicas de meditação, incentivando a atenção plena e a auto-renovação serão cada vez mais populares.
3. Comunidade: um movimento feito pelas marcas para reunir pessoas e criar conexões sobre um mesmo tema de interesse e, assim, criar algo senso de coletivo em meio ao cansaço causado pelo distanciamento social.
4. Sono: maior conscientização sobre a importância de uma noite bem dormida para a saúde e bem-estar. Ingredientes como lavanda, melatonina, magnésio, yuan zhi e CBD tornam as rotinas noturnas mais holísticas.
5. Rituais: resgate de práticas antigas e tradições ricas oferecem tranquilidade e paz – meditação e aromaterapia estão entre elas.
6. Bem-estar sexual: cuidar da vida sexual vai muito além de transar ou se masturbar. De vibradores com design clean que também podem ser massageadores até lubrificantes com ingredientes totalmente naturais, a indústria inova com produtos que trazem experiências diferentes e vão além do prazer, atrelando vida sexual saudável ao bem-estar físico e mental. 
7. Suplementos: saúde e imunidade são as palavras do momento, por isso a busca por um bem-estar que também acontece de dentro para fora está em alta.
8. Cuidado e higiene: cuidar do corpo se tornou algo quase sagrado. Agora experiências inspiradas nos spas tiram a limpeza do automático, trazem tranquilidade e acabam sendo um refúgio em tempos difíceis.
9. Microbioma: maior foco do consumidor na proteção da primeira linha de defesa da pele – essa tendência deve se expandir além do skincare para outros produtos que interagem com o microbioma, desde make até suplementos.

Máscara de cílios zero waste já existe!
A marca indie novaiorquina Izzy Zero Waste Beauty acaba de lançar o que afirma ser a “primeira máscara de desperdício zero do mundo”. Juntamente com a fragrâncias, as máscaras de cílios são um grande desafio da indústria para tingir padrões totalmente sustentáveis. Esta é vegana, terá sua venda baseada em um serviço de assinatura e um diferencial extra que vai além da fórmula: a cada três meses, um novo produto é enviado e o consumidor devolve os vazios para que a empresa derreta a embalagem e o aplicador e faça novos produtos. Então há o reaproveitamento total da embalagem. Segundo a fundadora da marca Shannon Goldberg,  até mesmo a água coletada do processo de limpeza tripla é reutilizada em vez de ser liberada em lençóis os oceanos. A preocupação da empresária pela conservação da água do planeta e a ideia de fazer uma marca sustentável veio com o nascimento de sua filha — pensando no futuro, ela decidiu criar algo que reduzisse ao máximo o impacto ambiental. “Eu queria dar à minha filha opções de beleza verdadeiramente sustentáveis, que fossem além dos padrões do atual movimento limpo. Em 2050, os oceanos deverão conter mais plástico do que peixes. Se quisermos dar aos nossos filhos uma chance de lutar amanhã, precisamos fazer algo radical para reverter esse ciclo hoje”, declarou no lançamento do produto.

Marcas se unem pela saúde mental
Essas duas palavras a gente ouviu muito desde o começo da pandemia: saúde mental. O confinamento e a mudança drástica no nosso dia a dia trouxe luz a um assunto que sempre foi deixado de lado, tanto por falta de informação como por preconceito. Agora, mais uma iniciativa bem bacana aparece para ajudar a desmistificar o assunto. Marcas como Benefit, Rare Beauty (de Selena Gomez) e Urban Decay, se uniram com o time da National Alliance on Mental Illness (NAMI) na campanha “Beauty Cares”, para aumentar a conscientização em torno da saúde mental e doenças mentais. No dia 20 de maio, dia oficial de conscientização, foi feito por todas elas uma programação no Instagram, mas a campanha vai por todo o mês e as empresas estão comprometidas a continuar falando sobre o tema. A campanha vem depois que o NAMI assinou com várias marcas de beleza como parceiros “Stigma-Free”, um compromisso que pede políticas robustas em relação à saúde mental.

E mais:
. Quem Disse, Berenice? se juntou à  sextech Feel, para criar conteúdos sobre autocuidado e prazer feminino sem culpa em suas redes sociais.  A ideia é desmistificar a sexualidade e tratá-la como ferramenta de autocuidado.A parceria entre uma marca de beleza e uma de sexual wellness é inédita por aqui e promete ser sucesso: a Feel cresceu mais de 200% em 2020, ano de seu lançamento.

. Campanha da Nivea reúne time para experimentar dois novos produtos (veja a aqui a resenha) contra marcas escurecidas. Além delas, as consumidoras foram convidadas a compartilhar o resultado com a tag  #PeleLuminous. CELLULAR LUMINOUS630® ANTISPOT Sérum Dia e Noite vai custar R$ 149,90 e o Fluido Preventivo FPS 50, R$ 119,90.

. E o ácido hialurônico continua em alta na indústria da beleza. Desta vez, o lançamento é da Vichy e vem com a promessa de repor os níveis dele na pele. O Liftactiv H.A. Filler (R$ 170) tem 1,5% de concentração do ativo e, segundo pesquisa da marca, reduz, em seis semanas, 47% das rugas e 60% das linhas de expressão.

. C&A abre centésimo quiosque somente com produtos de beleza, desta vez no Shopping Praia de Belas, em Porto Alegre. Lá o consumidor pode encontrar itens de marcas como Bruna Tavares, Vult, Carolina Herrera, Lancôme e Foreo. 

. Para o Business of Fashion, fontes da L’Oréal disseram que cerca de 400 postos na divisão de luxo serão afetados nos Estados Unidos para fortalecimento do e-commerce. Algumas pessoas serão recolocadas em outras funções, mas ainda não foi revelado quantas serão demitidas.

Posts Relacionados