Diga sim a tatuagem de mentirinha!
Produtos

Diga sim a tatuagem de mentirinha!

por Vânia Goy

Por Camila Leite, de Nova York

Não é difícil perceber que eu sou uma pessoa “tatuada”. Mas o que pouca gente sabe é que eu me arrependo de ter feito praticamente todas elas. Não que eu tenha algum problema em falar sobre o assunto, mas não é uma coisa com a qual as pessoas estão acostumadas a ouvir por aí.

Eu continuo curtindo tatuagens. Só acho que alguém que muda de ideia como quem muda de roupa não tem exatamente o perfil para estampar cinco rosas no ombro direito aos 19 anos, just saying. Até porque, quando eu tinha essa idade, fazer uma tatuagem temporária era motivo de bullying.

Hoje a história é diferente. Depois de aparecer em algumas passarelas – Rodarte, Chanel e Malandrino, só para citar algumas – poucas temporadas atrás, esse tipo de “acessório” ficou cada vez mais em alta. Vivo esbarrando em alguém aqui em NYC com um desenho colorido ou até dourado/prateado, claramente de mentirinha, misturado a outras tatuagens, ou sozinho nos braços e pernas (aliás, como as gringas gostam de tatuar as coxas!). Eu mesma já cruzei com a atriz Elizabeth Olsen usando uma.

Para entender melhor a história toda, conversei com a Nic Annette Miller, da Tattlty, a label de temporary tattoos mais fofa do mundo, baseada no Brooklyn. A Nic integra a equipe da fundadora da marca, a designer e empresária suíça Tina Roth Eisenberg, power business woman que eu admiro há algum tempo. Vale super a pena dar uma pesquisada e assistir alguns Talks dela para se inspirar!

Ela me contou que a Tattly tem mais de 250 desenhos desenvolvidos por cerca de 90 designers e ilustradores (número que só cresce), incluindo um pessoal bem respeitado na área, como a dupla por trás da Sagmeister & Walsh, Stefan e Jessica, e, olha que coincidência, um superamigo, Timothy Goodman.

Outro detalhe que vale a pena ser dito: todos os produtos são 100% aprovados pelo FDA (Food and Drug Administration, o equivalente à Anvisa brasileira) e recomendados para adultos e crianças, apesar de fazerem mais sucesso entre os grandinhos.

E se você, tatuado, acha tudo isso uma bobagem, saiba que até a Inked Magazine elogiou a Tattly: “If you still think of temporary tattoos as those party favors at your 5-year-old nephew’s space-themed birthday, think again”. Tá?

Eles têm mais de 400 pontos de venda e estão presentes em 30 países, Entre os mais legais aqui em NYC estão: MoMA Store, J. Crew, Urban Outfitters e Whitney Museum, além da venda online, claro.

Posts Relacionados