Onde descartar frascos vazios de cosméticos (e roupas, sapatos, meias e bijuterias)?
Produtos

Onde descartar frascos vazios de cosméticos (e roupas, sapatos, meias e bijuterias)?

por Vânia Goy

Por Marcella Abate

Mais do que usar os seus produtos de beleza até a última gota, a gente recomenda fortemente atenção na hora de descartar as embalagens vazias. E você sabe por que vale separar as embalagens de produtos de beleza e/ou maquiagem de plástico dos demais potes do seu lixo reciclável? Geralmente, elas contém resíduos de produtos que podem contaminar rios e lençóis freáticos por terem algumas substâncias químicas em sua composição. Além disso, infelizmente, a coleta seletiva não está disponível em todo Brasil, portanto pode ser uma oportunidade de você colaborar com a reciclagem e com a diminuição do volume de lixo nos aterros sanitários.

Listamos marcas e lojas incentivadoras dos programas de logística reversa. Acompanhe:

O Boticário
O maior programa de reciclagem de embalagens do país está disponível em todas as lojas da rede, basta levar suas embalagens de produtos de beleza de qualquer marca em uma das lojas d’O Boticário espalhadas pelo Brasil. Além de fazer a triagem dos materiais, o programa ajuda mais de mil famílias nas cooperativas de reciclagem parceiras.

Renner
Nas seções de perfumaria de todas as lojas da rede há um coletor onde você pode descartar suas embalagens e frascos de produtos de beleza, perfumes e make (comprados lá ou não). O programa ECOESTILO tem o slogan “a beleza fica com você, a embalagem com a gente” e é o principal projeto do Programa de Gestão de Resíduos Sólidos da rede varejista, que funciona desde 2011.

Natura e The Body Shop
Levando 5 embalagens vazias, que podem ser de qualquer uma das empresas do grupo Natura.Co (Natura, Avon, The Body Shop e Aesop), à uma das lojas da Natura ou da The Body Shop você ganha um presentinho (um creme de mão ou um sabonete). Não são aceitas miniaturas e nem amostras de produtos. As lojas recebem produtos no Brasil todo e a TerraCycle cuida da reciclagem dos potes, que devem ser transformados em vasos de plantas, cones de trânsito, caixas para legumes e vegetais, entre outros itens.

M.A.C
Um dos mais conhecidos do grande público, o programa “Back to M.A.C” (“de volta para M.A.C”, em tradução livre) te permite ganhar um produtinho e ainda ajudar o meio ambiente. Você troca seis embalagens vazias de produtos de plástico da marca por um batom e os frascos vazios são triturados e transformados em puxadores de gavetas. Não é demais?

Clinique
A cada 4 embalagens vazias de produtos Clinique você ganha um batom. São aceitos potes feitos de vidro ou plástico e eles serão reciclados e, posteriormente, virarão cimento. Não são aceitas amostras de produtos, embalagens de papel e nem miniaturas e a troca deve ser feita nas lojas físicas da marca, portanto não devem ser consideradas grandes revendedores, como a Sephora.

Jo Malone
A cada 3 embalagens vazias de produtos Jo Malone que você devolver em uma das boutiques da marca você será presenteada com um mimo exclusivo. São válidas embalagens de vidro ou de plástico. Para miniaturas e sabonetes em barra, cada 4 unidades equivalem a 1 produto full size. Os produtos devem ser devolvidos com a embalagem completa e em perfeito estado.

Quem Disse, Berenice?
“Recicla Berê” é o programa de logística reversa da rede: levando 5 embalagens vazias de produtos da marca você ganha um batom cremoso ou líquido. 

Ikesaki
A marca Risqué, em parceria com a Ikesaki, incentiva a coleta e o descarte correto de frasquinhos de esmaltes já usados (não necessariamente vazios). O material recolhido nas 6 lojas da rede de cosméticos que ficam em São Paulo é coprocessado e transformado em fonte de energia para a indústria de cimento, reduzindo o impacto ambiental causado pelo uso de aterros sanitários. 

Lush
Para quem mora fora do Brasil ou para quem quer guardar os frascos até viajar de novo, a Lush recolhe 5 embalagens vazias e te presenteia com um produto. A marca é referência em reaproveitamento de embalagens e na ausência delas, uma vez que comercializa vários produtos como desodorante, xampu e hidratantes em barra, os chamados naked, “pelados” em tradução livre.

EXTRA, EXTRA
A seguir, uma lista de pontos de coleta para roupas, acessórios e eletrônicos.

Descarte de bijoux
A Mercearia Se você tem bijuterias quebradas ou brincos que perderam o par, você pode levá-los (ou enviá-los pelo Correio) para essa loja que fica em São Paulo, no bairro do Campo Belo. Após o recebimento, as bijus são higienizadas, desmontadas e restauradas, virando peças novas que serão encaminhadas para ONG Mulheres da Luz. Através da realização de bazares para arrecadação de fundos, a ONG consegue ajudar mulheres em situação de prostituição do Parque da Luz e entornos.

Descarte de meias
Puket 
O projeto “Meias do Bem” está presente em algumas lojas da rede e recolhe meias de todas as  marcas e em qualquer estado: furada, rasgada, cedida ou sem par. As meias coletadas viram cobertores que são doados para pessoas em situação de rua. No site do projeto é possível encontrar os pontos de recebimento.

Descarte de roupas
Renner 
Todas as lojas da Renner também contam com um coletor de roupas de qualquer marca para peças rasgadas, manchadas ou que você não vai mais usar. São três destinos possíveis para elas, que podem ser recicladas, reutilizadas ou destinadas à doação, se estiverem em bom estado. Na reciclagem, as peças são desfibradas e podem virar um novo fio, usado para confecção de tecidos, encher almofadas ou ser utilizado para artesanato. Na reutilização, as roupas podem ser encaminhadas para upcycling e transformadas em peças reformadas. Se estiverem boas, as peças serão doadas para projetos sociais.

Zara
Os coletores, geralmente, ficam próximos à entrada. As peças recolhidas (vale de qualquer marca) podem ser doadas, recicladas, transformadas em novos tecidos ou comercializadas de forma a permitir o financiamento de projetos sociais de organizações sem fins lucrativos, como a Cáritas, Cruz Vermelha e Salvation Army

C&A
O “Movimento ReCiclo” também traz uma alternativa para o descarte de roupas usadas. Atualmente está disponível em mais de 160 lojas, em todos os estados do Brasil. São aceitas roupas de qualquer marca em boas condições compradas em qualquer loja. As peças passam por uma triagem e classificação no Centro de Distribuição da varejista holandesa: as que estão em boas condições são destinadas ao Centro Social Carisma, localizado em Osasco, São Paulo. As roupas que não tem mais condições de uso são destinadas à Retalhar, onde é realizado o processo de manufatura reversa das peças: separação dos componentes como zíperes e botões, que são enviados para reciclagem, o tecido é enviado para desfibração, um processo que o transforma em matéria-prima usada principalmente na indústria automotiva como enchimento de estofados, entre outras indústrias. Atenção: o programa não aceita: peças de couro de qualquer tipo ou imitação.

Descarte de Eletrônicos 
Riachuelo
A loja do Morumbi Shopping, em São Paulo, conta com um coletor que funciona como um ecoponto recolhendo, além de roupas em bom estado, que serão doadas para a Cruz Vermelha, eletroeletrônicos e pilhas.

Postos de coleta Green Eletron 
Celulares, notebooks, tablets, impressoras, fones de ouvido, aparelhos de som, pilhas, entre outros equipamentos podem ser descartados nos postos de coletas da Green Eletron, presentes em vários estados brasileiros (SP, RJ, MG, ES, GO, MS, RS, PR, SC, PE, CE e BA). Os postos ficam localizados em locais conhecidos como os SENACs, SESCs, shoppings, parques, lojas do Makro, Leroy Merlin e das Casas Bahia — consulte o site para descobrir o posto mais próximo. Levar os equipamentos para um posto de coleta como este é importante pois os materiais que estão presentes nestes aparelhos são, em sua maioria recicláveis, permitindo o seu reaproveitamento, a geração de empregos e a redução da extração de recursos naturais não renováveis.

Descarte de sapatos 
Alme e Fiever
Ambas as redes do grupo Arezzo recebem sapatos de todas as marcas: eles são enviados para um sistema de processamento retornando assim para o ciclo de produção como matéria-prima para os fornos de fabricação de cimento, ou seja, além dos calçados não virarem lixo, ajudarão a economizar recursos naturais que seriam extraídos para alimentar a indústria.

Havaianas
A marca de chinelos tem um processo de logística reversa, onde o seu produto é coletado de forma gratuita na residência do cliente, depois encaminhado para a fábrica Havaianas onde será reciclado. O processo funciona assim: depois de triturada, a borracha é enviada para uma empresa que faz sua reutilização para a criação de piso de playground para as crianças não se machucarem, pneu para carrinho de mão resistente e ecológico, bolsas e alguns outros produtos. Todos os produtos fabricados são distribuídos nos projetos sociais da marca através do Instituto Alpargatas. Atenção: o programa está suspenso, provisoriamente, por conta do Covid19. 

Melissa
As sandálias de plástico mais queridas do Brasil agora podem ser devolvidas em todas as lojas da marca. Se você tem um par de Melissas que não tem mais condição de uso, deposite em algum dos coletores para que ele seja transformado em um dos modelos mais clássicos da marca, a Melissa Flox, em versão 100% reciclada. 

Posts Relacionados