SKINCARE PRO SORRISO, COM A AJUDA DE REGENERATE
Futuro

SKINCARE PRO SORRISO, COM A AJUDA DE REGENERATE

por Conteúdo Patrocinado

O boom do skincare não acontece só no Brasil: o mundo todo está mais interessado em incrementar a rotina de cuidados com o rosto e a gente nunca viu as marcas de cuidados para a pele investindo tanto em tecnologia. Pela primeira vez em muitos anos, produtos de skincare vendem mais do que maquiagem nos EUA. Segundo uma matéria da CNN, o mercado de beleza global foi avaliado em US$ 300 bilhões no ano passado — deste montante, U$S 135 bi corresponde só ao movimento de alta do skincare.

E é natural que essa indústria acabe influenciando outros mercados. O de cabelos foi o primeiro a absorver termos e formulações inspiradas no cuidado com o rosto. Até já falei aqui sobre como a febre de cuidar do couro cabeludo é efeito dessa alta do skincare. Agora a gente também observa como cuidar dos dentes pode ficar mais complexo e parecido com os passos que a gente tem com a pele.

Para Iza Dezon, expert em mapear tendências e representante do bureau francês Peclers Paris aqui no Brasil, cuidar do sorriso passou a ir além da saúde depois das redes sociais. “Gostar do sorriso que a gente vê na selfie fez com que os tratamentos, especialmente com apelo profissional para serem feitos em casa, crescessem no mundo todo”, diz. 

Lá fora, até versões profissionais do laser clareador já existem para serem usadas assim. Aqui no Brasil, a gente assiste à menções cada vez mais frequentes ao aparelho de correção invisível e à chegada de diferentes marcas de escovas sônicas, que prometem não só limpar os dentes e remover a placa com mais eficiência, mas também massagear as gengivas e até ajudar a exercitar a respiração para praticantes de yoga. Fiz um compilado delas aqui, lembra?

Uma das marcas pioneiras a tratar do assunto com esse apelo de skincare foi a Regenerate. Quando a pasta de dentes chegou ao Brasil, em 2014, chamei de dermocosmético dental pela sua capacidade de tratar sinais do tempo, como os cremes fazem no rosto. Segundo Anna Middleton, dentista radicada em Londres, 80% dos problemas dentários mais comuns são causados pela erosão dental, que é um dano permanente e irreversível causado por ácidos ao esmalte que reveste nossos dentes. E é justamente ai que Regenerate atua. “Esse tipo de ácido está presente em comidas e bebidas, como as alcoólicas, gaseificadas e até em sucos de frutas”, disse.

Nem sempre os sintomas de erosão do esmalte são visíveis, mas amarelamento, transparência e sensibilidade podem ser sinais desse processo. Nos casos mais avançados, rachaduras e a sensação de aspereza podem aparecer. “E, apesar do esmalte dentário ser a substância mais dura que o nossos corpo produz, ele não é naturalmente substituído pelo organismo”, diz Anna.

O creme dental levou 9 anos para ser desenvolvido por um time de cientistas americanos, chineses e ingleses que chegaram a combinação de silicato de cálcio e fosfato de sódio. Juntas, essas substâncias formam uma estrutura de cristal que é idêntica à hidroxiapatita, o principal mineral do esmalte dos nossos dentes.

O uso regular da pasta faz com que a formulação se integre ao dente, recuperando a composição mineral do esmalte e atuando nos estágios iniciais e invisíveis da erosão. Importante: ela precisa ser usada regularmente para que os efeitos sejam permanentes. 

Mas, pra prevenir a erosão, outros cuidados também são eficientes. Segundo Anna, reduzir a frequência de ingestão de alimentos ácidos e açúcares é o primeiro deles. Evitar escovar os dentes imediatamente após comer essas substâncias é outra recomendação. Anna recomenda enxaguar a boca só com água e escovar os dentes uma hora depois. E cuidado com tratamentos e pastas de dente clareadoras: elas podem ser muito abrasivas e devem ser usadas com acompanhamento profissional.

[conteúdo patrocinado]

Posts Relacionados