belezinha
da semana

toda sexta-feira, uma seleção de textos para te inspirar a cuidar não só da pele, do cabelo e do make: vamos cuidar de nós mesmas por dentro e por fora?

* obrigatório

Banho de ervas para purificar
Relax

Banho de ervas para purificar

por Vânia Goy

Banho com intenção é o meu maior trunfo contra o cansaço, fadiga e falta de energia. No dia a dia, faz diferença demais escolher as texturas e cheiros que trazem aconchego ou dão ânimo imediato, por exemplo. Mas vou além e vivo criando meus próprios banhos-rituais para quando preciso lidar com sensações e sentimentos mais sutis: tenho anotações mil de ervas que me ajudam a ficar menos ansiosa ou triste. Que ajudam a limpar energias esquistas e até atrair desejos de prosperidade e proteção.

Os registros mais antigos de banhos como ritual assunto datam de mais de 3 mil anos, quando os egípcios achavam que esse era o canal sagrado para purificar a alma. Até hoje a gente ouve um “toma um banho de sal grosso” quando algo desanda. A minha versão de sal grosso é alecrim. Em diversas culturas, manuais herbalistas e de magia natural, essa erva é quase que universal: atrai prosperidade, é purificadora, boa pra saúde, amor e proteção. Boa pra memória e com aroma energizante. Uso demais para combater sensação de negatividade e desânimo. E, a melhor parte, é fácil de encontrar fresquinha no supermercado.

Geralmente, faço uma grande infusão, colocando muitos ramos na água quente e deixando repousar por até meia hora, como um chá. Depois do banho jogo no corpo todo. Quando tenho mais tempo, deixo as ervas mergulhadas em água ao longo de toda a noite e, pela manhã, despejo no corpo. Já separo um roupão atoalhado para não secar a pele imediatamente com a toalha e deixar que a infusão evapore na pele.

No último réveillon, aproveitei a lua minguante para fazer um ritual de limpeza e purificação da casa toda que incluía um banho para finalizar. Essa receita é um pouco mais complexa, mas possível. Adaptei anotações de diversos livros (os de Hilda Leyel e Scott Cunningham estão entre os favoritos) e criei a mistura abaixo, que faço com frequência.

purificação
4 partes de lavanda
2 partes de alecrim
3 partes de tomilho
3 partes de manjericão
2 partes de erva doce
2 partes de louro

Não preciso nem falar que eu já saio conversando com a plantas do supermercado, mentalizando intenções, colocando as energias e pedidos na água que ferve. Quando a gente não tem muita resposta pra coisas, mentalizar as vontades e convidar as boas energias para estarem conosco é preciso. <3

Posts Relacionados