Como seria a sua segunda-feira perfeita?
Relax

Como seria a sua segunda-feira perfeita?

por Vânia Goy

Essa foi uma das perguntas que a Nicole Vendramini, co-fundadora da Holistix (plataforma e marca de wellness que vale a pena acompanhar!) fez no encontro sobre hábitos saudáveis que fizemos juntas no ano passado. Acho muito interessante ouví-la falando que a gente gosta de planejar fins de semana e as férias, mas nem sempre pára um instante para planejar a semana. E daí, você já sabe… Vão surgindo todos aqueles mil compromissos que você nem lembrava que tinha, a lista de emergências cresce e a gente vai perdendo o fôlego. 

Dessa ótima conversa tirei uma lista de boas sugestões para que você comece o 2021 afastando a correria — essa “entidade” que nada mais é do que a falta de clareza entre o tempo que a gente tem e como a gente gerencia o que fazer dele. Vamos lá:Como seria o seu dia ideal?
Vida e trabalho não podem ser dissociados. Diversão, cuidados com a saúde, alimentação ideal, tudo precisa caber nessa rotina que você tem ou está buscando para si mesma. Experimente colocar na agenda o tempinho que você quer tirar para marcar médicos, para atualizar a lista de supermercado de casa, para se exercitar, ler… A gente tende a colocar apenas os compromissos profissionais que envolvem outras pessoas na agenda e é assim que vai esquecendo de cuidar da gente.

Quanto tempo você leva para fazer uma tarefa?
Sabe aquela lista de coisas para fazer que você sente uma ponta de frustração por nunca terminar? Talvez ela seja extensa demais. A gente sempre acha que cabe mais uma coisinha. Aí não cabe e vem a sensação de sobrecarga e ansiedade com a quantidade de tarefas que precisamos cumprir. Seja realista e não esqueça que toda atividade requer uma preparação antes e depois. Exemplo? Uma reunião com a equipe não são só duas horas. Você pesquisa antes, organiza temas e o que quer mostrar. E depois precisa revisar anotações ou até organizar o que foi dito para enviar pro time. Não são só duas horinhas, né?

Quais hábitos fazem a sua rotina desandar?
Um hábito bom puxa o outro. Um hábito ruim também. “Posso dar meu exemplo do álcool: todos os meus problemas de rotina são desencadeados por um momento bem específico da semana: o consumo de álcool às quintas-feiras”, contou Nicole no nosso encontro. “Durmo mal, acordo cansada, me arrasto e me estresso ao longo de toda a sexta-feira de trabalho. Se eu ainda bebo no fim de semana, esse ciclo recomeça e tendo a começar a semana mais cansada do que o habitual.” Entender o ciclo e fazer pequenas mudanças ajuda!

Você fala não?
Eu sei, é difícil. A gente sente que não custa nada parar cinco minutos para pesquisar algo que a amiga pediu, parar no caminho para resolver uma coisa que estava ao alcance, encaixar mais um trabalho com prazo apertado pra garantir um dinheiro extra (alô, frilas!). No fim dá sempre certo, mas custa emocionalmente. Se você vai dormir ansiosa com a quantidade de coisas que precisa fazer no dia seguinte ou pelas que não foram feitas sabe do que estou falando. Falar não é mesmo um exercício que a gente tem que botar em prática!

Qual micro-hábito matinal você conseguiria repetir durante 5 dias?
Vamos escolher 1 hábito juntas? Algo super simples, que você quer fazer e não consegue: arrumar a cama, raspar a língua, tomar dois litros de água, pular corda por 5 minutos, dar uma volta no quarteirão com o cachorro, não pegar o celular assim que desperta, ler cinco páginas antes de dormir. Escolha algo para implementar nesta semana, todos os dias. “Vale colocar um alarme, invite no calendário, post-it no espelho, mas tem que ter um lembrete que a gente vai criar JÁ. É um ótimo jeito de começar o dia dizendo para o seu cérebro “eu sou capaz de escolher o que faz sentido pra mim” e, aos poucos, atrair novos hábitos ao longo do dia”, disse Nicole.

Posts Relacionados