Por que temos boas ideias durante o banho?
Relax

Por que temos boas ideias durante o banho?

por Vânia Goy

Resolvo muitas coisas no chuveiro. Tenho muitas boas ideias para textos e pautas enquanto tomo banho — e agora entendi que há uma explicação científica pra isso.

Segundo uma entrevista publicada na BBC com John Kounios, psicólogo e estudioso de processos criativos do programa de Ciências Cognitivas e do Cérebro da Universidade Drexel, nos Estados Unidos, dois fatores podem explicar como o nosso cérebro fica propenso para encontrar soluções criativas durante o banho.

O primeiro é o que ele chama de “restrição sensorial”. Pesquisas mostram que quando estamos debaixo do chuveiro, nossos sentidos diminuem. Ou seja, você provavelmente está enxergando menos por causa da água caindo, está ouvindo menos por conta do barulho e está sentindo menos, porque a água tem uma temperatura parecida com a pele.

Estudos de laboratório mostraram que, pouco antes de uma ideia aparecer, o córtex visual, área localizada na parte posterior do cérebro responsável por processar os estímulos que entram pelos olhos, fica ligeiramente desligada.

O segundo fator é sobre o poder do relaxamento. O psicólogo contou à BBC que vários estudos relacionam bom-humor e criatividade. Portanto, se você está num momento tranquilo e agradável, seu cérebro se sente livre para fugir do habitual — e boas ideias podem aparecer.

Essa é uma boa pista do quanto a gente pode não só aproveitar os minutos de banho para deixar a mente escapar, mas também alongar esses períodos e aprender a fazer mais nada, valorizar o tal ócio criativo, fora do chuveiro. Vamos?

Posts Relacionados